terça-feira, 12 de janeiro de 2010

E os melhores de 2009 são...

Bom, esse era pra ser o último post do ano passado, mas eu pensei: "vai que alguém lança um clipe bem no finalzinho do ano e escapa da lista?" (tá, na verdade eu não pensei isso, não atualizei por preguiça mesmo)
Mas o primeiro posto do ano não poderia ser outro então aqui vão os meus 7 mais de 2009:


7 Houve um empate por pura indecisão minha, então:

7.2 She & Him - Why Do You Let Me Stay Here?


Direção: Ace Norton

O clipe é estranho e non-sense. É bonitinho e ao mesmo tempo meio sinistro, e a música contribui para isso.
Estrelado por M. Ward Matt (Him) e Zooey Deschanel (She) que além de cantora e multi-instrumentista é atriz, e protagonizou filmes como Guia dos Mochileiros da Galáxia, Tin Man e o comentadíssimo 500 Dias com ela (para ver uma versão alternativa do clipe dessa música, com os protagonistas de 500 Dias com Ela fazendo uma coreografia bacana clique aqui )
Zooey também é a cara da Katy Perry, não acham?
Agora se alguém perguntar porque eu gostei desse clipe a resposta será clara e direta: "não sei!"

7.1 Franz Ferdinand - Ulysses


Direção: Thirtytwo

Eu estava falando de non-sense?
Esse clipe eu sei extamente o porque eu gostei. Além da fotografia estilo anos 70 (minha favorita), o clima de loucura que prevalece é muito bom.
Então fica por isso que eu tenho mais 6 clipes pra apresentar.


6 Passion Pitt - The Reeling


Direção: Humble

Esse clipe foi um dos bons achados do ano.
A fotografia e os efeitos (riscos, rasgos e amassados) são baseados nas fotos das câmeras polaróides. A montagem também é bastante criativa, intercalando efeitos e estilos.
O resultado é um clipe que casa perfeitamente com o clima alternativo da música.


5 Slipknot - Snuff


Direção: M. Shawn 'Clown' Crahan and P.R. Brown

Ok, essa foi de longe a maior surpresa de 2009.
Se você achava que Slipknot não sabia fazer músicas diferentes daquelas onde reinam a gritaria e pedaleiras quádruplas prepare seu coração.
Uma música que fala de amor, das dores e mágoas que esse sentimento pode nos causar, é o guia dessa produção igualmente complexa. Com uma direção e produção muito bem executadas, e atuações bastante expressivas de Corey Taylor (vocalista do Slipknot, pois é, sem máscara) esse curta/clipe foi muito bem sucedido ao mostrar o lado obsessivo do sentimento mais complexo do ser humano, o amor.




4 Oren Lavie - Her Morning Elegance


Direção: Oren Lavie, Yuval & Merav Nathan


Aqui apresento a bola da vez desse ano, o stop motion. Essa é uma técnica onde se fotografa cada quadro da cena e depois é rodado rapidamente gerando a impressão de movimento.
Mas se eu precisasse descrever este clipe com apena uma palavra, essa palavra seria poesia.
No clipe, que preza pela simplicidade, a bela ruiva anda de trem, salta nuvens e mergulha no fundo do mar sem precisar sair de seu colchão.
Mais uma prova de que a criatividade pode superar uma superprodução.


3 Skank - Sutilmente


Direção - Conrado Almada

Sim, temos um brasileiro na lista.
O Skank confirma com este clipe o seu lugar de banda nacional com os melhores clipes no meu ranking.
A música é bem legal e ajuda bastante nesta produção super criativa, com um apelo artístico bastante forte.
O clipe foi todo filmado num take só, o que dificulta bastante, com boas coreografias, porém teve alguns errinhos de iluminação que felizmente não comprometeram em nada o trabalho.
Quer ver como o clipe foi feito? É bem bacana, basta clicar aqui.


2 Depeche Mode - Wrong


Direção: Patrick Daughters

Tenso. Essa palavra descreve esse clipe.
Wrong em ingles significa errado, e isso aparece no clipe várias vezes de várias maneiras.
Só não ficou em primeiro por um errinho na montagem, mas mesmo assim é um clipe histórico.


1 Coldplay - Strawberry Swing


Direção: Shinola

E lá vem o stop motion de novo.
O clipe mostra a saga surreal de um herói, na tentativa de salvar uma princesa das garras de um malévolo esquilo.
Eu acho q a palavra que descreve esse clipe é mágica. A história se desenrola de uma forma que me faz lembrar um sonho ou um daqueles devaneios de uma tarde de tédio.
A criatividade dos desenhos e a forma primorosa que a técnica do stop motion é usada, garante a esse clipe a posição de destaque no ano de 2009.




E vocês concordam, discordam ou fui injusto de deixar alguém de fora desta minha lista?
:^P

2 comentários:

P. H. Pinho disse...

C O N C O R D O !

Não consegui lembrar agora de outros clipes do ano passado, estranho, talvez eu botaria "A Dustland Fairytale" do The Killers, mas deixa, tá ótima a lista :)

Cara, eu sou apaixonado pela Zooey Deschanel. AI AI!

Abraço

elisgrabner disse...

Incrivelmente muiiito bem selecionados. Dá uma boa mistura digamos, tanto na parte mais 'cabreira' ou 'fofis'.
Sem contar toda criatividade que se encontra nas diferentes formas! :D
Bemmm legal mesmo!
Adooorei todos :**